Como vender pela internet sem ter estoque

Todo mundo que já pensou em abrir uma loja virtual, com certeza, já se perguntou se tinha como vender pela internet sem ter estoque! Muitos vendedores preferem assim por que tem pouco espaço para estoque e evitam alguns gastos a mais.

No e-commerce, temos muitas possibilidades para lojistas que desejam começar e não tem tanto para investir seja em estrutura ou em capital. Por isso, nesse artigo vamos te responder como vender pela internet sem ter estoque.

Existem duas principais opções que são as mais usadas e seguras. Estas são dropshipping e cross docking.

Dropshipping

O dropshipping é quando você recebe o pedido em sua loja e encaminha as informações para o fornecedor e este é responsável por separar o pedido e enviar. O trabalho do vendedor se limita a anunciar o produtos e realizar vendas.

Assim, terá mais tempo para cuidar de outros aspectos do negócio, como marketing e atendimento ao cliente. É muito comum e utilizada com fornecedores internacionais.

Cross docking

Acontece o mesmo processo do dropshiping, porém é de vendedores nacionais ou próximos a sua região. Você pode fazer parcerias com fornecedores próximos e iniciar as vendas. Por exemplo, estabelecer um contrato com uma fábrica para vender os produtos.

Assim, terá como anunciar com a segurança de que o fornecedor enviará os pedidos. Além de que com os contratos, é possível conseguir valores mais acessíveis para a venda dos produtos.

Quais são os riscos de vender sem estoque?

Embora vender sem um estoque pareça a resposta para tudo, é necessário analisar os riscos que podem surgir. Para te ajudar nisso, vamos apresentar os riscos mais comuns. Confira a seguir.

Prazo maior de entrega

O formato de vendas dropshipping costuma ser mais demorado na parte da entrega, principalmente com fornecedores internacionais. Já o cross docking pode demorar um pouco, porém tende a ser mais rápido, ainda mais se tiver um contrato fechado com o fornecedor.

É importante levar em consideração esse aspecto por que os marketplaces estão focando em entrega rápida. Então, o tempo da sua entrega não pode ser muito grande para não ficar para trás. Um dica é acompanhar todo o percurso da entrega, oferecer código de rastreio ao cliente e estar em contato com ele durante o processo.

Trocas e devoluções

Assim como o produto pode demorar para chegar ao cliente, também em caso de trocas e devoluções fica mais moroso. Além de que você terá que sempre estar em bom contato e relacionamento com o fornecedor.

Alerta ao produtos do catálogo

É importante estar sempre atualizando o catálogo com o fornecedor. Assim, não anunciará algo que não está mais sendo produzido. Existem opções de aplicativos e sistemas que podem te avisar com integração do estoque.

Baixo controle de qualidade

O vendedor não conseguirá ter controle de qualidade efetivo. Terá que confiar no controle de qualidade do fornecedor. Por isso, toda empresa que trabalha com dropshipping precisa ter um bom relacionamento com o fornecedor para gerar confiança e segurança.

Então, gostou do conteúdo? Está pensando em vender em marketplaces com dropshipping? Conta pra gente nos comentários! Vamos te ajudar nessa jornada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As inscrições para última turma do ano do Alta Performance estão abertas!

Inscrições abertas por tempo limitado!

Tenha o passo a passo completo para alavancar as vendas da sua loja na Amazon Marketplace

EVENTO 100% ONLINE e AO VIVO