Dica de como analisar um marketplace para vender online

Vender online é algo que a maioria das pessoas deseja fazer ou, pelo menos, tem curiosidade de saber como funciona. 

Antes de mais nada, vamos esclarecer que o foco da Universidade Marketplaces é ensinar os sellers a vender produtos físicos nos Marketplace.

Um marketplace é como um shopping virtual. Ou seja, é uma plataforma online que reúne vários vendedores e/ou prestadores de serviços em um só lugar. Nela, os clientes podem comparar os profissionais e produtos e fazer a sua escolha.

Em outras palavras, o marketplace conecta oferta e demanda. Por isso, tal tipo de negócio tem dois níveis de acesso: um no qual os vendedores oferecem seus produtos ou serviços e outro no qual os clientes podem visualizar as ofertas.

Neste post, vamos falar dos aspectos importantes que os vendedores precisam analisar para escolher em qual marketplace anunciar seus produtos.

Muitas análises podem ser feitas para determinar um canal de vendas, mas vou colocar 5 pontos que levo em consideração para escolha de um canal de venda:

1 – O Marketplace possui integração? 

Sem integração nem começo a vender, pois não temos como gerenciar as nossas vendas sem integrações. 

Um hub de marketplace nada mais é que um integrador, ou seja, uma plataforma que permite integrar seus produtos, a partir de um ERP ou plataforma de e-commerce, em um player de marketplace. Alguns destes players são a B2W Marketplace, que detém os e-commerces Americanas.com, Submarino e Shoptime; a CNova, que responde pelas marcas Casas Bahia, Extra e Ponto Frio; o Mercado Livre; Carrefour e Amazon, dentre outros.

Desta forma, ao se cadastrar para vender seus próprios produtos nessas lojas, você poderá utilizar um hub de marketplace para cadastrar todos os itens com maior facilidade, configurá-los, vendê-los e administrar suas vendas por meio da plataforma do hub.

Apesar de ajudar muito na integração, o hub de marketplace é uma plataforma que vai muito além disso, sendo recomendada para uso contínuo enquanto você vender no marketplace. Há uma razão para isso: ele também é uma ferramenta muito focada na gestão de pedidos e resultados.

Com o hub é possível integrar dados de diferentes canais onde você venda seus produtos, como dois, três, quatro canais de marketplace diferentes. Isso facilita na hora de administrar seu estoque – que fica com uma informação única e é distribuído para cada lugar conforme a demanda – e pedidos – que ficam todos concentrados no mesmo lugar, podendo ser consultados, atualizados e analisados ali.

Além disso, um hub pode ajudar na hora de analisar suas vendas, com dashboards de informações importantes, possibilidade de análises com filtros e emitir relatórios de suas vendas.

Assim, em nenhum momento recomendo que o seller venda em um marketplace que não tenha integração, pois vai acabar tendo que refazer tudo para vender em outros canais.

2 – Como é o repasse deste canal?

Temos que entender a nossa realidade financeira e como iremos receber as nossas vendas. É uma análise que vai depender da realidade de cada empresa e que vai determinar quais as prioridades do nosso negócio. Não adianta vender muito sem ter lucro e sem ter o capital para fazer o estoque girar. Muitas vezes o canal é bom, mas teremos que estabelecer um limite de vendas para não “quebrar”. É o famoso “menos é mais”.

Claro que, no mundo ideal, o seller compra para pagar em um prazo menor do que o prazo que receberá suas vendas, porém não é isso que acontece no mundo real.

Assim, a forma que o canal repassa suas vendas é fundamental para escolher o marketplace.

3 – O Canal está investindo em marketing e campanhas?

Sim, muitos Marketplaces quando começam não investem em tráfego e isso fará com que as vendas sejam lentas. Essa dica não traz um ponto prejudicial ao seller, mas deve ser utilizada como um alinhamento de expectativa, para não gerar uma frustração.

4 – Quanto tempo um produto leva para ficar ativo?

Esse ponto está totalmente ligado a expectativa de venda e criação do plano de ação. Não é um problema anunciarmos em um canal que levará 60 dias para colocar nossos produtos para vender, mas isso tem que estar claro no nosso plano de ação. Caso contrário, pode prejudicar o fluxo de caixa de nossa empresa. É fundamental que o plano de ação seja traçado dentro dos parâmetros de cada canal que nossos produtos estejam anunciados.

5 – Qual o nicho e especialidade deste canal?

Mais uma vez, apenas alinhamento de expectativa. Normalmente os canais tem categorias que são mais fortes e outras mais fracas e isso vai estar ligado ao nosso resultado. Por esse motivo, compensa dar prioridade aos canais que nossos produtos performam melhor para depois, numa próxima etapa, inserir os produtos nos canais que demoram mais tempo para performar nosso nicho.

Com base nesses 5 pontos, conseguimos traçar um paralelo com os pontos positivos e negativos de como cada um dos marketplaces atua no nosso nicho. Com essa análise, podemos traçar um plano de ação muito mais efetivo para escolher e priorizar os marketplaces. Enquanto o Mercado Livre vai ser o melhor canal de vendas para grande parte dos sellers, outros vão performar melhor na B2W e outros no Magalu.

Aprenda a analisar seu negócio com base em pontos factíveis para não gerar uma expectativa que possa ser frustrada. Invista sua energia em canais que vão performar melhor seus produtos em um primeiro momento e depois de uma base fortalecida você vai conseguir partir para os demais canais de venda.

Essa é parte do trabalho que ensinamos nossos alunos do alta performance e que fazemos com as empresas que mentoramos. Nunca se esqueça da importância de cuidar do seu negócio como um todo e a análise desses pontos são muito importantes para todas as empresas.

📚Conheça a Universidade e Nossos Treinamentos:

https://universidademarketplaces.com.br/

📫 Fique por dentro de tudo no nosso Canal do Telegram:

http://bit.ly/telegram-uninews-YouTube

Grande abraço,

Alexandre Nogueira

#processosempresariais #ecommerce #empreendedorismo #empreender #universidademarketplaces #marketplaces #empreendedorismoonline #mercadolivre #b2w #magalu #analisedemercado
————   

Apoiam nosso projeto:  

💚 Bling ERP – O ERP mais completo do Brasil. Integrado a Marketplaces e Plataformas.  

CUPOM para 4 Meses Grátis BLING + 10% de desconto até o final do Primeiro Ano:  

Acesse:  http://bit.ly/bling-inscricao

Cupom: #umarketplace 

💙 Melhor Envio – Facilitando a Logística de Pequenos e Médios Vendedores, envie seus produtos sem precisar de contrato. 

Economize com o Frete no Melhor Envio: http://bit.ly/melhor-envio-link  

💙 Tray E-Commerce  - Lojas Virtuais e Integrações com os Marketplaces 

20% de desconto na primeira mensalidade.

Acesse: http://bit.ly/tray-ecommerce  

Cupom: PARCEIRO20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *