Mercado Livre: Vender como Pessoa Física ou Jurídica?

Os Marketplaces surgiram da necessidade de se ter uma espécie de shopping center virtual, onde as pessoas pudessem vender seus produtos pelo custo de uma comissão.

Apesar de já terem surgido milhares, o Mercado Livre é, hoje, um dos maiores da América Latina. Isso porque tem a grande vantagem de ser 100% gratuito e somente cobrar a comissão do vendedor após a venda.

Nele, também é possível anunciar quantos produtos quiser e de qualquer nicho (que ele permita).


Mas afinal, quem pode vender?
Hoje é possível ter um cadastro no Mercado Livre como pessoa física ou pessoa jurídica.
E apesar de ser um dos principais marketplaces do brasil, ainda é um dos poucos que aceita pessoa física vendendo dentro do seu negócio.

Ao realizar seu cadastro, é recomendável criá-lo como pessoa física, assim você adquire conhecimento no marketplace, começa a ganhar freguesia e consegue conhecer melhor seu público.

Depois de ir movimentando mais e mais renda na sua conta, você pode optar por atuar como pessoa jurídica, realizando facilmente a transição.

É claro que existem casos muito específicos de pessoas que já possuem lojas concretas e estruturadas, então o conselho aqui é dar esse passo inicial já como pessoa jurídica. 


Qual compensa mais?
As diferenças entre um cadastro e outro você só vai começar a perceber quando atingir 12 mil vendas por mês, nos últimos 3 meses. E então, para compensar mais ainda ser um cadastro PJ, basta você se habilitar para receber a medalha e começar a receber muitos benefícios.

Gostou das dicas? Então fique ligado(a) nos próximos capítulos desse treinamento aqui no blog! Tenho certeza que vai te ajudar muito no início da sua empreitada de sucesso no Mercado Livre. 😉

 

Bora e até a próxima!

 

Baixe Nosso E-book gratuito com muito mais dicas para você começar a vender hoje e faturar muito!!
FAÇA O DOWNLOAD AGORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *